[capti
on id=”attachment_464″ align=”aligncenter” width=”300″]20 mensagens de apoio 20 mensagens de apoio[/
De tudo que se pode dizer a uma mãe,além das informações que os médicos,enfermeiros,pediatras dizem,o que podemos dizer a uma mãe são palavras de apoio,antes de dar um pitaco de acordo com a sua vivência.
Eu me lembro bem de quando era uma recém mamãe,o tanto de pitaco que recebia e que hoje apenas eu entendi que muitos eram as frustrações das pessoas. Algo como: gravidez não é doença,não deixar dormir no colo,volte a transar logo para o marido não arranjar outra,ou mesmo,seu leite é fraco engrosse com farinha.
Cara,muito bizarro.
Então se for para sugerir algo para uma recém mamãe melhor que sejam palavras e gestos de conforto porque de críticas já estão cheias podem acreditar.Por isto sugiro o texto incrível abaixo:
224 curtidas
6 sem
babysaudavel1 – Você não está sozinha. Estamos todas juntas, num pequeno barco em meio à tempestade chamado MATERNIDADE.
2 – Conheça e conforte seu bebê. Fique com ele no colo o tempo que você e ele quiserem. Ele precisa. É tudo novo, desconfortável e quase tudo dói. Você é a mamãe dele, ele só conhece você nesse mundo todo. Seu cheiro, sua voz, seu aconchego. Cansa. Muito. Mas dê à ele seu colinho, mamãe. Se está ruim para você, está pior pra ele, pode acreditar.
3 – Tenha paciência com a amamentação. Se precisar, procure ajuda profissional. Vocês vão se entender e chegar à um equilíbrio delicioso. Mas saiba também que não é para todas e cada uma tem seu limite. Se necessário, complemente sem remorso ou medo.
4- As cólicas provavelmente virão. Tudo que você poderá fazer é tentar aliviar esse desconforto e ter paciência até que esse período passe (pegue dicas com amigas, posso te ajudar com algumas se quiser).
5- Essa melancolia, tristeza e solidão que às vezes você sente é completamente normal. Também passa, mas você precisa querer. Precisa se ajudar.
6 – Ouça seu coração e sua intuição mais do que qualquer outra pessoa ou opinião. Você não tem a experiência, mas o filho É SEU.
7 – Se necessário, restrinja SIM as visitas. Seja chata, seja o que for, mas não sofra apenas para que as pessoas possam ver seu bebê.
8 – A maioria das pessoas tem boa intenção, mesmo quando fazem comentários inadequados. Na medida do possível, releve.
9 – Escolha um pediatra de sua confiança e uma ou duas pessoas para escutar. Ou você se perderá com tantas orientações.
10 – Esqueça um pouco os livros e tudo que você leu sobre rotina. O CERTO é o que funciona dentro da SUA realidade. E pronto.
11 – Sua vida vai voltar à normalidade, dentro agora do contexto de mãe.
12 – Você vai SIM, dar conta. Todo mundo dá, porque você seria a diferente?
13 – Tome um BOM BANHO, todos os dias. Deixe o bebê com o pai ou a avó e tome um banho decente.
14 – Você vai voltar a se sentir bonita. Seu corpo vai voltar, sua pele vai melhorar. Mas não é agora. E não é o momento de pensar nisso. O momento é de priorizar outras coisas. Isso vai acontecer naturalmente.
Continua nos comentários…
Excluir comentáriobabysaudavel15 – Cada bebê é único. Por isso, novamente, conheça seu bebê. Estes primeiros meses são de conexão entre você e seu filhote. Pegue dicas com outras mães e adapte ao que funciona para vocês. Jamais o compare.
16 – Você mudou, para sempre. Dê-se tempo para entender a “nova você”. Isso demora um pouco.
17 – Tudo bem sentir saudade da “você de antes” ou da sua vida de antes. Não se sinta mal por isso.
18 – O casamento vai balançar, mas os dois terão que ser mais unidos do que nunca para passar por isso. Vai parecer uma crise, mas é só uma fase de adaptação.
19 – O pai não ajuda, o pai CRIA JUNTO. Inclua seu marido na rotina, faça-o participar. Isso não é algo que eles façam voluntariamente, pois provavelmente se sentirão excluídos e um tanto acomodados também. Você não tem que segurar a onda sozinha. NUNCA.
20 – VAI PASSAR. Tenha essa frase como seu mantra diário. Acredite. VAI PASSAR.

Texto de Hatanne Sardagna