image
Cara mamae
Eu sinto o toque de culpa cada vez que você solta as suas crianças na creche, escola e, por um momento, você sente um peso de alívio sabendo que para as próximas horas você não é mãe, terapeuta, neurocirurgião, psiquiatra, neurologista, pediatra etc e tal. Talvez eu não devesse ter voltado ao trabalho? O meu filho vai ser incluído corretamente?Será que as professoras vão entender o novo sinal que ele faz quando ele precisa ir ao banheiro? Eu não acho que eu fiz uma transferência completa de afeto o suficiente com eles esta manhã.Penso eu!A mãe com culpa!A pontada familiar da culpa!!A minha culpa se empilha dentro de mim como os pratos na pia!Eu sou um depósito de culpa!Vou tentar me manter fora da armadilha da mãe culpada: Caminhada mais lenta, respirar mais profundo, e inalar a vida.” Tudo bem sentir se assim de vez em quando,estamos sendo um pouco permissivas conosco?Sim,é porque é muito mais difícil deixar de vestir o uniforme de “pais do ano”é difícil ficar a vontade com nossas culpas ultimamente!Sempre temos aquela impressão latente de que não estamos fazendo o suficiente!A verdade seja dita aos nossos filhos:Não somos perfeitas,sim filhos,não posso lhes enganar!E sem me pegarem chorando escondido,pode ser aquele dia em que o peso é demais,aquele dia em que tentamos e falhamos,ou não sabemos como lhes ajudar!Sim,temos muitos destes dias na maternidade.A maternidade me permitiu ver o mundo sobre outra perspectiva,levou a antiga Andressa para ajustar e a devolveu não com novos ajustes,mas com várias novas habilidades,e claro,de vez em quando a Andressa vai lá para o “novo ajuste” dependendo da época em que vivo.
Você está fazendo o suficiente!É o que eu deveria pensar,mas a culpa,ah essa palavrinha,que não me deixa em paz!
Enquanto eu penso na culpa,as crianças voltam da escola,os brinquedos estão esperando para serem colocados nos cestos,e a louça,os pratos,aqueles que se empilham na pia,são estes pratos,e coisas praticas que me salvam,por incrível que pareça.
Não pensem que estou louca,hahahahahaha,mas poder arrumar as coisas na casa,enquanto por dentro estou um caos,me ajudam a encontrar meu norte!!
Desabafos de sábado à noite!