image
lMeus amigos,e principalmente amigas mamães, se tem algo que eu aprendi com a maternidade ao longo dos anos, é que meu legado seria deixar uma mensagem verdadeira, aquelas que estão entrando neste terreno lindo é difícil da maternidade, todo mundo começa errando, se questionando, e com o tempo paráramos de nos cobrar, e enfim conseguimos ficar em paz com nossas escolhas,eu tenho a seguinte mensagem a oferecer a qualquer um que quer acreditar que hoje pode ser diferente do que ontem:

Se você acha que criticar, menosprezar ou criticar a si mesmo vai fazer você mais inteligente, mais apto, ou mais valioso, por favor, reconsidere.

Se você acha que, assédio moral, ou constantemente corrigir o seu filho vai fazer-lhe mais simpático, mais confiante, ou mais bem-sucedido, por favor, reconsidere.
Porque a verdade é esta:
É difícil amar a si mesmo com um valentão respirando no seu pescoço.
É difícil amar a si mesmo quando a única pessoa que supostamente te ama não faz incondicionalmente.
É difícil se tornar a pessoa que você deveria ser quando você não tem permissão para cair e levantar!
Se queremos que nossos filhos se tornem quem eles foram feitos para ser, vamos baixar os braços. “Ninguém é perfeito” podem ser duas dos mais poderosas palavras de cura quando ditas a si mesmo ou a outro ser humano.
Vamos parar o ridículo. Vamos parar com a pressão implacável. Vamos parar a busca impossível de perfeição.
Só o amor hoje, meus amigos. Só o amor hoje.